DevOps

 

Como integrar os ambientes de desenvolvimento e operações e entregar o melhor resultado?

Ativo 3

 

 

DevOps é a metodologia de integração entre equipes de desenvolvimento e operação, promovendo agilidade nas mudanças e, acelerando as entregas em produção com um elevado grau de maturidade.

 

DevOps se introduz como uma cultura de trabalho na empresa. É preciso o apoio integral dos colaboradores – no caso, as equipes de desenvolvimento e operações (ou infraestrutura). DevOps integra e alinha o ambiente de desenvolvimento e o de infraestrutura. Agora, é definir os processos, o papel de cada colaborador dentro dos processos de TI e os softwares utilizados.

 

O método se baseia em processos de integrações de códigos e a entrega destes no ambiente. Ocorre a Integração Contínua (Continuous Integration – CI), que é uma prática de desenvolvimento de software onde se realiza várias entregas e aperfeiçoamentos do código do software. Simultaneamente, a equipe precisa publicar e testar o código em produção de forma ágil através do processo de Entrega Contínua (Continuous Delivery – CD).

softwares-devops-interop

Uso dos softwares Ansible e Puppet.

  • Software para gerenciamento de configurações;
  • Trabalha de forma centralizada;
  • Através de cliente/servidor, os nodes tem agentes e reportam para o servidor master;
  • Linguagem declarativa;
  • Compatibilidade com Linux, Windows e outros;
  • Possui versões OpenSource e Enterprise;

Para versionamento de código, a InterOp usa GitLab. Funcionando unicamente em Linux, o gerenciador de repositório de códigos permite que vários desenvolvedores trabalhem várias partes do código.

    • Gerenciamento de repositório de códigos;
    • Versionamento de código – várias versões simultâneas do código sendo trabalhadas pelos desenvolvedores;
    • Possui Continuous Integration (CI);
    • Ambientes separados para versões de ambientes (produção, homologação);
    • Possui versões OpenSource e Enterprise;

Nesta etapa, usa-se de softwares como Docker e Vagrant para poder realizar Continuous Delivery (CD) e enviar o código desenvolvido para testar em diverso ambientes.

    • Software que permite isolar aplicações dentro de um único servidor;
    • Compatível com Linux e Windows Server 2016;
    • Agilidade na criação e remoção de novos ambientes;
    • Possui versões OpenSource e Enterprise;
    • Stack para análise de dados em tempo real;
    • Conjunto de 3 ferramentas;
    • Elasticsearch, engine focada em análise de dados;
    • Logstash, gerenciador dos logs, instalado no servidor cliente;
    • Kibana, interface da stack que possibilita a customização dos dashboards;
    • Possui versões OpenSource e Enterprise
A InterOp faz testes de desempenho e de stress através do aplicativo desktop Apache JMeter.

    • Software utilizado para análise de performance e carga.
    • Desenvolvido em Java
    • Originalmente criado para teste de aplicações Web mas hoje usado para múltiplos testes.

O DevOps serve para automatização e agilidade das tarefas do setor de TI nas empresas. É bem abrangente, pois é um método que pode ser utilizado com Linux, Windows, softwares proprietários ou open sources.

Trabalhar com DevOps traz grandes benefícios à equipes de TI.
Reduz os custos de desenvolvimento e erros nos ambientes de produção, além de otimizar os recursos de infraestrutura e trazer maturidade nas alteraçõs realizadas pelas equipes.